Tamanho do Texto:

Amamentação: Um registro para toda a vida!

Amamentação
O Parque do Ibirapuera vai receber a 1ª edição do Amamentação, no próximo dia 15 de agosto (sábado). Além das mamães, o encontro é aberto aos pais e outros familiares que queiram juntar-se ao grupo. O encontro tem como objetivo promover a interação e a troca de experiências de famílias engajadas no aleitamento materno. 



Informações gerais
Data: 15 de agosto de 2015, sábado.
Horário: A partir das 14h
Local: Parque do Ibirapuera (Av. Pedro Álvares Cabral s/n, entrada pelo portão 10,
próximo à ponte de ferro)
Os kits serão entregues aos 60 primeiros participantes que chegarem ao local do evento.

Programação
14h - Abertura
14h30 - Dicas e orientação com equipe multiprofissional.
Temas:
- Estratégia para o retorno ao trabalho
- Critérios para o uso de acessórios e aparelhos que dão suporte na amamentação
- Bate-papo com o Pediatra
15h30 - Baby Yoga e Yoga para gestante.

Importante: Gestantes, para participar da caminhada, aconselhamos trazer autorização de seu obstetra.

Inscrições encerradas!

Ao inscrever-se o participante autoriza o uso de sua imagem para fins de divulgação do evento, seja em mídia impressa ou digital. 



A Amamentação
Amamentar é sempre a melhor opção. Ajuda a perder os quilos ganhos na gravidez e ainda é uma fonte infinita de vitaminas e nutrientes para seu filho crescer forte e saudável.

O leite materno já vem na temperatura ideal, esterilizado, é de fácil digestão e não dá trabalho para preparar; protege o bebê contra infecções porque contém os anticorpos da mãe; não tem risco de contaminação, pois vai direto da mama para a boca do bebê; desenvolve e fortalece a musculatura facial, favorecendo o desempenho das funções de sucção, mastigação, deglutição e fala; reforça o vínculo mãe-filho; diminui os riscos de alergias que podem ser causadas pela introdução prematura do leite de vaca, entre outros.

Além disso, do ponto de vista da mãe, o ato de amamentar contribui para diminuir as hemorragias pós-parto, devido à liberação do hormônio ocitocina, que ajuda a contrair o útero. Mães que amamentam também têm mais facilidade para voltar ao peso anterior à gravidez, tanto pela contração do útero quanto pelo gasto calórico do ato de amamentar.

Confira as fotos do evento