Atenção à Depressão Infantil

Muitas vezes os pais a confundem com crises passageiras decorrentes da idade, mas a depressão é um problema sério e cada vez mais comum entre crianças.

Somente em 1970 a doença passou a ser reconhecida pela literatura médica e desde então os casos têm aumentado consideravelmente. Na última década, o índice de crianças entre 6 e 12 anos diagnosticadas com depressão infantil no mundo aumentou de 4,5% para 8%, segundo a Organização Mundial da Saúde.

É preciso que os pais fiquem atentos aos sintomas, conforme alerta Mariana Bonsaver, psicóloga da Maternidade Pro Matre Paulista. “Irritabilidade, alterações no padrão de sono e de alimentação, baixa autoestima, crises de choro, oscilações de humor, medo, agressividade e ansiedade são alguns dos principais sintomas”.

Outros sinais de que seu filho ou filha pode estar sofrendo de depressão são enurese e encoprese (emissões involuntárias de urina e fezes durante o sono), dores físicas e perda de interesse em atividades que a criança gosta de fazer.

Clique aqui e leia a reportagem completa no site da revista Claudia.

 


Podemos ajudar?

Fale conosco pelo
WhatsApp.

Whatsapp

Agende visitas, marque
consultas e mais.

Acesso rápido

Skip to content