Navegação de Posts

*/ ?>

A escola: espere!

Na série “A ida à escola”, estamos discutindo pontos e hábitos que as mamães, papais e bebês encontrarão nesta nova fase da vida da família e como lidar com ela da melhor maneira possível. O conteúdo original desta série foi publicado no Anuário Caras do Bebê, produzido por profissionais da Pro Matre Paulista.

Se existe a possibilidade de manter a criança em casa até os dois anos e meio ou três anos, mais ou menos, há algumas vantagens. O pequeno pode adaptar-se ao novo ambiente depois de, normalmente, já saber se comunicar com as pessoas, conseguindo expressar melhor suas necessidades e insatisfações. Isso é um grande passo e vai ajudá-lo bastante.

Outro benefício é a maior imunidade da criança nessa fase, menos frágil que bebês com menos de um ano. Mas seja qual for o momento escolhido, a segurança na decisão é fundamental. “O importante é que essa decisão seja tomada quando os pais, principalmente a mãe, consigam alcançar o equilíbrio entre o emocional e o racional, pois somente dessa forma ambos ficarão tranquilos em deixar a criança na escola e transmitirão essa calma ao pequeno”, acrescenta a psicóloga Salete Arouca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *