Culpa do parto prematuro é da mãe: mito ou verdade?

Mito.

É muito comum que as mamães de bebês que nasceram antes do tempo sintam-se culpadas pelo parto antecipado. Esse sentimento não é saudável e só traz consequências negativas para ela e para o pequeno. Não há como controlar todos os fatores envolvidos no parto prematuro.  “O bebê pode ter uma malformação, que acaba desencadeando o trabalho de parto; ele pode estar sofrendo e o médico decide interromper a gestação; a placenta pode descolar ou não estar bem inserida; ou, às vezes, o problema é justamente a condição da mãe, que está hipertensa, tem diabetes importante ou outras situações clínicas que colocam em risco a saúde dos dois”, explica Dra. Filomena Bernardes de Mello, neonatologista.

“A abordagem dos pediatras de hoje ocorre no sentido de esclarecer a condição do bebê, explicando bem todos os fatores que podem desencadear um parto prematuro, contribuindo para que a mãe não se sinta responsável por isso”, acrescenta. Se o seu bebê nasceu prematuro, procure saber por que isso aconteceu. Informação é a principal ferramenta da mamãe no combate à insegurança e ao sentimento de culpa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *