Outubro Rosa: dói muito fazer mamografia – mito ou verdade?

Outubro Rosa: mês de conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce

Mito. Se quando você pensa em mamografia logo se assusta e acha que é um exame doloroso, deixe o mito de lado e pense no grande benefício. A mamografia é o principal exame para detecção do câncer de mama. Quando detectada precocemente, o índice de cura para a doença é de 95%.

Entre 35 e 40 anos, toda mulher deve fazer sua primeira mamografia. A partir dos 40, o indicado é repetir o exame a cada dois anos e, depois dos 50, anualmente. Mulheres com casos de câncer de mama na família têm mais chance de desenvolver a doença. Elas devem seguir esse mesmo cronograma, a menos que a mãe ou parente de primeiro grau tenha tido câncer de mama antes dos 35 anos.

A mamografia é um exame de raios-X, que registra imagens da mama, visualizando microcalcificações. O ideal é que seja complementada com um exame de ultrassonografia, capaz de visualizar nódulos sólidos e císticos. Algumas mulheres têm receio de fazer a mamografia, temendo sentir muita dor. O exame não é invasivo, apenas baseado na compressão das mamas e, com os aparelhos digitais, tornou-se muito mais rápido, eficiente e totalmente suportável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *