Gêmeos têm mais chance de nascer prematuros: mito ou verdade?

Nem todo parto de gêmeos será prematuro, mas a incidência é maior entre as gestações múltiplas

Verdade. A principal diferença entre a gravidez de gêmeos e a gestação de um único bebê é a maior chance de que os gêmeos nasçam antes do tempo. No entanto, cada vez mais vemos que as gestações de múltiplos evoluem de uma forma mais tranquila e o parto tem ocorrido mais próximo da idade esperada, com uma menor frequência de partos prematuros apenas por gemelaridade.

“Quando nascem entre 34 semanas e  36 semanas e 6 dias, são  considerados prematuros tardios e, em geral, precisam de cuidados especiais, muitas vezes sendo necessária a permanência deles na UTI Neonatal por desconforto respiratório, hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), baixo peso (nascidos com menos de 2.500 g), icterícia neonatal e incoordenação da sucção e deglutição, sendo necessário o acompanhamento da fonoaudióloga , para uma sucção mais eficaz”, explica a neonatologista  Dra. Edinéia Vaciloto Lima da Pro Matre Paulista. Normalmente, esses pequenos alcançam o desenvolvimento esperado para bebês da mesma idade logo nos primeiros meses de vida.

Quando a idade gestacional é mais baixa que 34 semanas, os bebês podem demorar um tempo maior que a média habitual para atingir a curva de crescimento dos bebês nascidos no tempo normal. Esta diferença relaciona-se apenas à prematuridade, sem relação específica com o fato de se tratar de uma gestação múltipla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *