Calor traz riscos à saúde da gestante: mito ou verdade?

Verdade. “Grávidas atravessam uma fase da vida em que a imunidade fica mais baixa, até para que o feto não seja rejeitado, então devem ter mais atenção principalmente quanto a infecções respiratórias que incidem mais no calor do que no frio”, alerta Dr. Alberto d’Auria, ginecologista e obstetra da maternidade Pro Matre Paulista.

O médico lembra que é importante estar com o tórax sempre aquecido com uma camiseta, evitando o choque térmico do calor com os dos ambientes com ar-condicionado. Também é importante que os pés estejam aquecidos para que haja uma proteção maior do aparelho respiratório. Outra medida preventiva é tomar a vacina da gripe.

“Além de proteger a mãe, ao tomar a vacina da gripe, os anticorpos são passados ao bebê via placenta que os carregará até os seis meses, idade em que poderá começar a ser vacinado”, explica Dr. d’Auria.

Para ler a reportagem completa, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *