Evitar fissuras é uma forma de manter a amamentação: mito ou verdade?

Verdade. Algumas mães que amamentam podem apresentar fissuras nas mamas, dificultando a continuidade da amamentação. As fissuras são decorrentes da má posição do bebê em relação à mama, do número e da duração inadequada das mamadas com técnica incorreta de sucção. Isso ocorre quando o bebê aperta o mamilo com a boca, em vez de envolver a região da aréola.

Como evitar

1. Monitorar as mamadas desde o inicio, orientando e corrigindo as técnicas de posição e pega;

2. Não oferecer complemento, bicos e chupetas.

Como tratar

1. Corrigir a técnica de amamentação e dar continuidade ao aleitamento materno;

2. Fazer a higiene das mamas apenas no banho diário;

3. Aplicar sempre o leite materno na região mamilo/areolar após as mamadas;

4. Mudar de posição tradicional ou costumeira para outras posições;

5. Amamentar o bebê pelo lado menos ferido;

6. Conversar com seu médico e avaliar o uso de conchas vazadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *