Alergias de Pele em Gestantes: Como tratar?

Quem nunca sofreu com alergias de pele? Para algumas pessoas, com a chegada dos meses mais frios, aumentam os problemas dermatológicos. Isso não é diferente com mulheres grávidas, que precisam ter mais atenção ao uso de produtos ou ingestão de alimentos que possam de alguma forma prejudicar a gravidez.

O Dr. Jayme de Oliveira Filho, dermatologista da Pro Matre Paulista, explica como elas podem tratar alergias de pele.

“As gestantes têm algumas alterações dermatológicas que alteram a sua fisiologia normal. As secreções de glândulas sudoríparas e écrinas, por exemplo, modificam-se favorecendo certas situações de alergias, irritações e coceira pelo corpo,” explica o médico.

Outro fator que pode levar grávidas a alergias de pele é o aumento de peso e da sudorese (transpiração). “Deve-se ter o cuidado de utilizar o menor número possível de produtos industrializados e de aditivos colocados nas roupas (amaciantes, perfumes e produtos tipo “passe bem”),” recomenda o especialista. Os produtos podem induzir a processos alérgicos, gerando afecções de eczemas ou irritações que facilitam o surgimento de afecções e infecções por bactérias e fungos.

Portanto, afirma Dr. Jayme, “o ideal nesta fase é que a mulher se preserve usando sabonetes menos agressivos (os que são indicados para crianças são muito interessantes), com o PH mais próximo ao da pele, que é de aproximadamente 5,5.”

O dermatologista enumera outras recomendações para evitar alergias de pele: usar roupas de algodão, que permitam perspiração e transpiração mais adequadas; banhos mornos e rápidos; uso de hidratantes intrabanho (in showers) e pós-banho.

Mas muito cuidado com produtos de hidratação com ureia acima de 3%, que podem causar problemas ao bebê.

Se houver dúvida na hora de pesquisar o produto, o médico lembra que existem linhas de cosmecêuticos específicas para gestantes, que devem ser utilizadas no tratamento. “Cremes para desfavorecer formação de estrias, edemas, brotoejas e alergia, por exemplo, são oferecidos para pós-banho, seios, pernas, etc.,” conta.

E lembre-se sempre de procurar um especialista: “A orientação devidamente acompanhada por dermatologistas são importantes armas para evitar surpresas desagradáveis neste período ímpar e maravilhoso que as mulheres passam,” finaliza Dr. Jayme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *