Saúde Gestacional

Melasma, dor nas costas e inchaço: como evitar esses desconfortos na gravidez

Durante a gestação, o corpo passa por diversas transformações, pois há intensa produção hormonal e o seu organismo precisa se adaptar para abrigar seu filho. Algumas das mudanças que acontecem não são visíveis, como o sono crescente causado pelo maior gasto de energia para desenvolver o embrião. Além disso, no primeiro trimestre é comum sentir desconforto nas mamas: isso ocorre por conta da progesterona e do estrógeno, que preparam os seios para a amamentação. Inclusive, esses dois hormônios, somados ao HCG, são os que acarretam o enjoo e as náuseas.

Inchaço é normal, mas pode ser evitado

As pernas estão mais pesadas? A sandália aperta no pé? Seu anel favorito não entra mais no dedo? Calma, esse inchaço é normal na gravidez, provocado pela retenção de líquidos e pela vaso compressão na pelve – para acompanhar o crescimento fetal, o útero expande, prejudicando a circulação sanguínea nos membros inferiores. Alguns fatores contribuem para esse processo, como excesso de peso, tabagismo e alimentação rica em carboidrato e gordura.

Para amenizar, é indicado reduzir a quantidade de sal da dieta, assim como fazer caminhadas, hidroginástica e drenagem linfática, usar meias elásticas, e se hidratar. Outra dica é sempre dormir de lado, com um travesseiro entre os joelhos.

Mas atenção! Se o inchaço for intenso, afetando principalmente as mãos e os braços, gerando formigamentos e limitação de movimentos, é sinal de problemas renais. Nesses casos, informe detalhadamente o seu obstetra. Ele rastreará a existência de diabetes gestacional ou pré-eclâmpsia.

Ai, que dor nas costas!

A maior parte das gestantes vai sentir dor nas costas em algum momento desse período. Esse desconforto também é despertado pelas alterações hormonais e pelo crescimento uterino, que deixam a musculatura abdominal enfraquecida e sobrecarregam a coluna. Para prevenir, evite usar saltos altos e não levante muito peso. Ainda, algumas alternativas para diminuir as dores são alongamentos, exercícios físicos leves, compressas de água quente, massagens e manter boa postura. Para dormir, use travesseiro entre as pernas, se estiver de lado, ou embaixo dos joelhos, se permanecer de barriga para cima. Faixas de sustentação também são eficazes, já que reduzem a pressão sobre os músculos.

Melasma: a melhor solução é a prevenção

O melasma não tem uma causa definida, mas está muito relacionado à gestação e ao uso de anticoncepcionais, somados à exposição solar. As manchas escuras podem aparecer em todo o corpo, mas concentram-se mais no rosto, principalmente na região da testa, maçãs e buço. A forma mais efetiva de prevenir é o uso diário de protetor solar, o qual deve ser aplicado a cada duas horas. Também é indicado evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h. Acessórios como sombrinhas, chapéus e viseiras podem auxiliar na proteção e redução dos melasmas. O tratamento pode ser feito apenas após o parto e com acompanhamento de um dermatologista.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *