Ciúme do novo irmãozinho pode ser positivo: mito ou verdade?

É verdade. A chegada de um novo bebê pode trazer insegurança e ansiedade para o irmão mais velho. Filhos únicos têm maior dificuldade em dividir a atenção dos pais, por isso podem se comportar de maneira inadequada para externalizar esse sentimento. 

Ao contrário do que os pais geralmente acreditam, o ciúme do irmão menor pode ser uma ótima oportunidade para o desenvolvimento de algumas habilidades sociais importantes para as duas crianças. “É na convivência entre irmãos que a criança experimenta relações de competição, solidariedade, rivalidade e negociação, que são fundamentais na aprendizagem e que, mais tarde, ela utilizará com pessoas da mesma geração”, explica Salete Arouca, psicóloga da Pro Matre Paulista

Para agir diante dessa situação é preciso muita sensibilidade e paciência. Tente entender os motivos do ciúme e observe quando ele se torna mais frequente. Converse com seu filho mais velho sobre como é bom ter um irmão e enumere todas as coisas que eles poderão fazer juntos mais tarde. Uma boa dica é envolver o primogênito nos cuidados do bebê, desde que esse tenha discernimento e capacidade para participar dessas atividades.

Cuide para que o filho mais velho não machuque o caçula. O ideal é explicar que o maior deve proteger o irmãozinho. A psicóloga acrescenta: “A relação estabelecida entre irmãos é única e especial, assumindo grande importância no desenvolvimento psicológico de ambos”.


Podemos ajudar?

Fale conosco pelo
WhatsApp.

Whatsapp

Agende visitas, marque
consultas e mais.

Acesso rápido

Skip to content