Consciência obstétrica

Tamanho do Texto:

Consciência obstétrica

Nós respeitamos a sua escolha na hora de eleger a via de parto. Afinal, você é a protagonista. Faremos o possível para atender aos seus desejos nesta hora tão especial, de maneira acolhedora. Para isso, oferecemos um ambiente seguro e profissionais especializados, com um ingrediente mais que importante: humanização.

Consciência obstétrica

O projeto de consciência obstétrica, lançado em 2014, é um movimento que envolve os pacientes, os profissionais da saúde e os médicos, com o objetivo de promover uma escolha consciente da via de parto e o nível de intervenção.

Ao longo dos últimos anos, adotamos diversos protocolos e mudamos nossa infraestrutura pensando em atender às novas demandas das pacientes, afinal estamos constantemente ouvindo seus desejos.

Unimos a tendência à nossa experiência para cuidar de maneira ainda mais personalizada e segura.

A consciência obstétrica foi tema abordado nos últimos Congressos de Medicina Obstétrica, realizados anualmente pelo Grupo Santa Joana, que reúnem os principais especialistas em obstetrícia do Brasil.

 

Consciência obstétrica na prática

Sabemos a enxurrada de informações que a gestante recebe, seja de amigas, da família ou na internet. Às vezes é difícil tomar uma decisão diante de tantas opiniões diferentes. Queremos oferecer às gestantes informações de qualidade e confiáveis, para que tomem decisões conscientes, e fazemos isso por meio do curso de gestantes e dos nossos canais de comunicação.

 

Conheça nossas ações voltadas para a Consciência Obstétrica:

  • Desde o nascimento, a mãe e o bebê ficam o tempo todo juntos, respeitando as condições clínicas do recém-nascido.
  • As ações de humanização são promovidas também para os casos de cesárea. Um exemplo é o campo transparente, em que a mãe pode ver o momento exato do nascimento do bebê, mesmo com parte de seu corpo isolado do local da cirurgia.
  • A gestante pode trazer sua playlist para tocar na sala de parto e as luzes podem ser reduzidas no momento do parto, se o médico autorizar.
  • Aumento no número de salas de parto normal (LDR), que possuem equipamento para alívio da dor, como bola, banheira, barra de alongamento, balanço pélvico tipo “cavalinho”.
  • Respeito ao plano de parto, documento em que a mãe registra previamente os seus desejos em relação ao parto, detalhando quais procedimentos estão autorizados ou não. Estimulamos a elaboração do plano de parto em conjunto com um especialista que possa esclarecer eventuais dúvidas sobre os procedimentos. Temos um objetivo único, que é a segurança da mãe e do bebê. Por isso, eventos durante o trabalho de parto que representem algum risco podem levar à decisão clínica não prevista no plano de parto.
  • Realizamos parto humanizado em diferentes posições, como semissentada, de cócoras, lateral, quatro apoios e com banco de parto.
  • Fazemos o credenciamento de doulas para atuar no trabalho de parto normal, caso seja de interesse da família. Elas oferecem suporte emocional, conforto e apoio.
  • Não realizamos a episiotomia (corte no períneo) como rotina em todos os partos, apenas quando necessária.
  • Adotamos o corte tardio do cordão umbilical. Isso auxilia na maior passagem de sangue e de hormônios para o bebê, enquanto a respiração é trabalhada.
  • Estimulamos o aleitamento materno exclusivo, realizando a amamentação na primeira hora de vida, ainda na sala de parto. Isso fortalece o vínculo da mãe com o bebê e traz inúmeros benefícios para o recém-nascido, além de colaborar para o sucesso da amamentação.
  • O contato pele a pele se inicia na primeira hora de vida, desde que as condições clínicas permitam. Isso ajuda a estabelecer o vínculo mãe-bebê, na estabilização da temperatura corporal e na liberação de ocitocina. A partir deste momento, o bebê fica grudadinho na mãe durante todas as etapas até chegar no quarto.
  • Realizamos o banho do bebê após 24 horas, para manter a camada protetora por mais tempo, ajudando a prevenir infecções.

 

Para um parto tranqüilo, informe-se, faça escolhas conscientes e tenha confiança no seu médico.

 

Em caso de dúvidas, entre em contato conosco:

Central de Atendimento Pro Matre
(11) 3269-2233
2ª a 6ª feira das 08h às 20h
Sábado das 08h às 12h