Gestante pode ser vegetariana: mito ou verdade?

Verdade. O consumo de carnes e alimentos é fundamental para suprir a necessidade de ferro da gestante e do bebê. A necessidade de consumir essa substância é tão grande que os médicos costumam receitar suplemento de vitaminas para todas as mulheres. Grávidas que optaram por uma dieta vegetariana devem ter atenção redobrada para a alimentação.

Essa suplementação alimentar torna-se ainda maior. “Essas pacientes têm que suplementar a Vitamina B12, têm que ingerir ácido fólico em maior quantidade e devem aumentar também a ingestão de verduras e grãos, como feijão, e frutas como castanha. Na verdade, o vegetariano já tende a ter uma alimentação mais equilibrada. Só é preciso adequar esses hábitos”, explica Luciana Costa, nutricionista da Pro Matre Paulista.

Para a criança, ser vegetariano é um pouco mais complicado. “Se a mãe começar desde cedo a acostumar o bebê com a alimentação vegetariana, provavelmente o organismo dele já se adapte e comece a absorver os alimentos de uma forma diferente. Mas essa será uma criança que terá sempre que ser acompanhada”, explica.

Se você é vegetariana, faça questão de um acompanhamento constante com um obstetra e com um nutricionista. Escolha também uma maternidade preparada para atendê-la. “A Pro Matre tem um cardápio especifico para mães vegetarianas. Nós temos uma média de uma gestante por semana que não come carne”, indica a nutricionista.


Podemos ajudar?

Fale conosco pelo
WhatsApp.

Whatsapp

Agende visitas, marque
consultas e mais.

Acesso rápido

Skip to content