Gestante precisa tomar ainda mais cuidado com doenças de outono: mito ou verdade?

Cuidado, futuras mamães: seu obstetra deve avaliar as medicações indicadas no caso de gripes e outras doenças típicas da estação

Verdade.  No caso da gestante, o cuidado com doenças como gripes, rinites e outros males do trato respiratório tem que ser redobrado, uma vez que a administração de medicamentos é realmente limitada.Segundo a obstetra Dra. Carla Ferreira Kikuchi, é importante uma orientação do médico que acompanha a grávida para avaliar a necessidade de medicações. “Geralmente, repouso relativo e hidratação são os procedimentos mais recomendados”, diz a médica.

Outra dúvida muito comum das gestantes diz respeito à vacina contra gripe. Ela não só é permitida como altamente recomendável, já que as gestantes fazem parte do chamado grupo de risco, que inclui idosos e crianças. “A vacinação contra a gripe diminui a chance de complicação, inclusive de sinusite e pneumonia”, diz Dra. Carla. A proteção do bebê também é feita de forma indireta por meio dessa vacinação, conferindo imunidade ao recém-nascido durante os seis primeiros meses de vida. A gestante pode tomar a vacina tranquilamente, sem risco de efeitos colaterais, desde que não tenha alergia a ovo.

No caso de asma e rinite, o acompanhamento do obstetra e do pneumologista é indispensável, principalmente para a administração de medicamentos específicos. “Além disso, medidas simples como o controle ambiental, evitando o contato com alérgenos – ácaros e odores fortes – e mudanças bruscas de temperatura podem ser medidas preventivas, garantindo uma gestação mais agradável”, explica a médica.


Podemos ajudar?

Fale conosco pelo
WhatsApp.

Whatsapp

Agende visitas, marque
consultas e mais.

Acesso rápido

Skip to content