Mitos e verdades da alimentação na gravidez

Alimentação equilibrada é uma das chaves para uma gravidez saudável

Quando uma mulher descobre que está grávida, várias dúvidas começam a aparecer, inclusive em relação à alimentação nessa fase. O que pode, o que não pode e o que deve ser evitado?

A nutricionista Luciana Costa, da Pro Matre Paulista, responde.

É verdade que não pode comer sashimi ou quibe cru na gestação?

Sim. Comer carnes durante a gestação é importante para suprir as necessidades de proteínas e ferro, necessárias para o desenvolvimento do feto. Para grávidas e lactantes, os profissionais da saúde não recomendam o consumo de carnes cruas, sejam elas de vaca ou de peixe.

É possível ser vegetariana durante a gravidez?

O consumo de carnes e alimentos é fundamental para suprir a necessidade de ferro da gestante e do bebê. A necessidade de consumir essa substância é tão grande que os médicos costumam receitar suplemento de vitaminas para todas as mulheres. Grávidas que optaram por uma dieta vegetariana devem ter atenção redobrada para a alimentação.

Posso comer ovos durante a gestação?

Sim. O ovo é o típico alimento que sai e entra na moda em diferentes épocas. É muito comum encontrar aqueles pesquisadores que defendam o seu uso para uma boa dieta e os que são contrários a ele. Embora a alergia a substâncias presentes no ovo seja bastante comum, a gestante pode comê-lo, respeitando as orientações nutricionais.

É verdade que feijão produz gazes?

Sim. Na verdade, qualquer grão tem a propensão de formar gases. Nem todas as mulheres sentem desconfortos quando ingerem esses alimentos. Isso depende muito de como cada organismo digere esses alimentos.

Picolé de limão ajuda a reduzir o enjoo na gravidez: mito ou verdade?

É verdade. Durante o primeiro trimestre da gestação, é comum que as mulheres tenham enjoos e até cheguem a vomitar. Cuidar da alimentação, evitando alimentos muito gordurosos e ingerindo pequenas porções a cada três horas, é a principal dica para diminuí-los. Alimentos cítricos são uma boa opção para reduzir esses sintomas. Cada gestante acaba desenvolvendo uma preferência alimentar para reduzir enjoos. Geralmente, alimentos mais cítricos elas aceitam melhor.


Podemos ajudar?

Fale conosco pelo
WhatsApp.

Whatsapp

Agende visitas, marque
consultas e mais.

Acesso rápido

Skip to content