Portal Coronavírus

O que é e Origem

Coronavírus é uma variação da família Coronaviridae, que tem a capacidade de infectar animais e humanos. Outras variações já identificadas previamente são conhecidas como SARS-CoV e MERS- CoV, ambas transmitidas originalmente dos animais para humanos. O atual vírus que está infectando as pessoas na China é chamado 2019-nCoV. Os primeiros casos surgiram em pessoas que frequentaram um mercado, em Wuhan, onde são comercializados animais vivos.

O período médio entre o contato com o vírus e início da sintomatologia é de 7 dias, podendo variar de 2 a 14 dias.

A doença pode causar complicações para o grupo de risco que são os idosos de 60 anos ou mais, pessoas com problemas respiratórios ou diabetes. Quem estiver fora desse grupo, pode ter sintomas leves ou até mesmo serem assintomáticos.

Sintomas

O quadro clínico pode variar desde um resfriado comum até pneumonia. Os principais sintomas são:

  • • Tosse

  • • Febre

  • • Coriza

  • • Dor de cabeça

  • • Dor de garganta

  • • Cansaço

  • • Alteração no olfato e paladar

  • • Podendo evoluir com falta de ar e insuficiência respiratória

  • • Diminuição do apetite

  • • Distúrbios gastrintestinais, como vômito, diarreia e náusea

Foi identificado risco para gestantes no primeiro trimestre de gravidez e no pós-parto, com maior risco de parto prematuro. Já a manifestação em recém-nascidos é mais rara e temos ainda observado casos em bebês diagnosticados pelo exame de RT-PCR (Transcrição Reversa seguida de Reação de Cadeia de Polimerase).

Transmissão

A transmissão dos coronavírus costuma por contato pessoal com secreções contaminadas como:

  • • Gotículas de saliva

  • • Espirro

  • • Tosse

  • • Catarro

  • • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão

  • • Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos

Prevenção

As medidas de proteção contra o Coronavírus são semelhantes à de resfriados e da gripe.

  • • Manter a constante higiene das mãos com álcool gel ou água e sabão.

  • • Cobrir a boca e nariz com o antebraço, não com as mãos, ao espirrar e tossir.

  • • Evitar contato próximo com pessoas com sintomas respiratórios.

  • • Evitar lugares fechados e aglomerados.

  • • Mantenha os ambientes bem ventilados

  • • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

  • • Evitar viajar para países com transmissão ativa da doença.

  • • Não tocar antes de limpar e desinfetar objetos e superfícies compartilhadas

  • • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

  • • Higienizar a casa e os ambientes da maneira correta.

Todo visitante procedente de algum país com transmissão ativa do Coronavírus ( por exemplo a China) nos últimos 14 dias deverá evitar frequentar o ambiente hospitalar.

Para esta nova variante do Coronavirus, não há vacina até o momento.

Vale ressaltar que não recomendamos que qualquer pessoa que apresente sintomas como febre e/ou coriza e/ou tosse frequente ambiente hospitalar enquanto estiver com sintomas.

Isolamento

A recomendação de isolamento domiciliar para quem está doente é de afastamento do convívio social no período, enquanto houver sintomas respiratórios, o que provavelmente será resolvido em 14 dias.

Quarentena

A quarentena é uma medida preventiva para pessoas que tiveram contato com indivíduos doentes. Estas devem se manter em isolamento social por 14 dias.

Prevenções no ambiente de trabalho

Manter distanciamento social, evitar cumprimentos, beijos e abraços. Manter também distanciamento ao falar com outras pessoas. Isso deve ser mantido na sua casa e no ambiente de trabalho também.

Sempre usar máscara e trocá-la após duas horas. Deixar os cabelos presos no trabalho para evitar a contaminação. O cabelo solto faz com que a gente toque a face mais vezes para arrumar o cabelo, aumentando o risco de contaminação. Isso vale para barba.

Não compartilhar com os colegas de trabalho os itens diários, como canetas, celulares etc. Se for essencial compartilhar, que seja feita uma desinfecção com álcool a 70% ou outro produto de limpeza indicado pelo fabricante do produto.

Tomar precauções em relação a superfícies de auto toque, como teclado do computador, copos, talheres. O ideal é realizar a limpeza dos equipamentos com álcool a 70% ou outro produto de limpeza indicado pelo fabricante do produto, antes de iniciar o turno de trabalho.



Tratamento

Não há nenhuma medicação específica para combate ao vírus. O tratamento é de suporte conforme a sintomatologia de cada paciente. Como há o risco de disseminação da doença, o isolamento domiciliar é recomendado.

Para as pessoas saudáveis e fora do grupo de risco, a doença pode ser solucionada sozinha.

O tratamento deve ser sempre orientado por um médico.

Veja o que nossos profissionais dizem sobre o assunto na nossa playlist no youtube